Jô enquadra Marcio Lacerda em debate na TV Bandeirantes - ''Verdadeiro'', ''rico'' e ''mais fiel à realidade de cada um'', assim foi qualificado o debate entre os candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte, na noite desta quinta-feira (25). Para os coordenadores da campanha da candidata do PCdoB, Jô Moraes, a comunista teve um ótimo desempenho e conseguiu desmascarar o candidato da “aliança” Marcio Lacerda (PSB), que há várias semanas vinha fugindo do debate de idéias com os demais postulantes à prefeitura da capital mineira.


Jô Moraes: grande serviço - A campanha de Jô Moraes destacou esse aspecto do encontro entre os candidatos: “Jô prestou um grande serviço aos eleitores quando teve a oportunidade de desmascarar o candidato oficial Márcio Lacerda. Ao ser questionado, Lacerda perdeu as estribeiras, ficou nervoso, deu soco na mesa e ofendeu a candidata. O público assistiu ao vivo cenas de seu destempero.”, diz o texto publicado no site da candidata, que avalia a comunista como a grande “vitoriosa” do debate. “Além de apresentar as melhores propostas para a capital, Jô fez críticas consistentes à desigualdade da disputa eleitoral, ao uso dos poderes político e econômico e à forma como se deu a formação da chapa oficial”, diz o texto.


Estranha aliança - O terceiro bloco teve um interessante formato, em que um jornalista fazia uma pergunta a um candidato e escolhia outro para comentá-la. Carlos Lindenbergh questionou Lacerda sobre a campanha em que seus dois apoiadores figuram como atores principais e a ele sobra o papel de figurante. Lacerda respondeu que as pesquisas mostram o resultado do apoio de Aécio e Pimentel, e a população também apóia sua candidatura. Jô, escolhida para comentar, disse que a cidade estranha a aliança entre dois partidos que por quinze anos se confrontaram. A aliança remete a duas lideranças no estilo da República Velha, que escolhem um candidato para indicar para o povo, o que seria ''terceirizar'' o voto. A respeito do transporte, os candidatos apostam no metrô como solução principal, embora haja divergências quanto a parcerias com a iniciativa privada ou o uso exclusivo de recursos públicos. Vermelho.

Comentários

Carlos disse…
o tucano Pimenta da Veiga traiu a cidade e nunca mais ganhou nada no voto. Agora será a vez do "Pimentel da Veiga"
Quem viver verá.