Servidores do Ministério Público do Ceará entram em greve nesta sexta-feira (18)

Uma manifestação está marcada para esta sexta-feira (18), às 8h30, na sede da procuradoria geral de Justiça, onde o governador do Estado, Camilo Santana e o Procurador-geral de Justiça, Plácido Rios, cumprem agenda
Os servidores do Ministério Público do Ceará (MPCE) deliberaram greve no último sábado (12) e paralisarão as atividades nesta sexta-feira (18). Entre as reivindicações da categoria estão a revisão dos salários, gratificação de risco de vida e pagamento por exercício cumulativo. 
Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores do Ministério Público (Sinsempece), Antônio Távora, haverá paralisação parcial das atividades dos servidores, inicialmente todas as sextas-feiras durante um mês, e em caso de não haver avanço nas negociações, haverá paralisação total, garantidas atividades essenciais e emergenciais.
“Em razão da frustração das negociações ocasionada por inconteste má vontade do Procurador-Geral de Justiça do Estado Ceará, Plácido Rios, que não aceita estabelecer uma negociação efetiva, sincera e leal com a categoria, a situação se agravou”, alegou.
Uma manifestação está marcada para esta sexta-feira (18), às 8h30, na sede da procuradoria geral de Justiça, onde o governador do Estado, Camilo Santana e o Procurador-geral de Justiça, Plácido Rios, cumprem agenda.
SERVIÇO
Manifestação de Greve dos Servidores do Ministério Público do Ceará
Onde: Procuradoria Geral de Justiça - Rua Assunção, 1100 - José Bonifácio – Fortaleza;
Horário: 8h30;
Mais informações,
Assessoria de Comunicação do Sinsempece, 
9 96385144

Comentários