CIA contra o Brasil

MONTEVIDÉU
18 de abril de 1964 - há 52 anos.
Escreve um agente da CIA que operava em Montevidéu: "Holman acaba de voltar de uma conferência com chefes de base (Núcleo da CIA que agem secretamente nos países), e trouxe a convicção de que devemos dedicar mais atenção aos exilados brasileiros. A decisão, tomada aparentemente pelo próprio presidente Johnson, foi de que devemos fazer todos os esforços a fim de não apenas evitar um contragolpe e movimentos de revolta em futuro próximo no Brasil, mas também para fomentar suas forças de segurança tão rápidas e eficiente quanto seja possível. Não se deve permitir, nunca mais, que o Brasil se incline para a esquerda, pois aí comunistas e outros constituem uma ameaça de domínio ou de, pelo menos, tornar-se muito influentes.
Aqui em Montevidéu, essa política significa que teremos de prestar toda a assistência à base do Rio, aumentar a coleta de informações sobre os exilados. Isso terá de ser realizado por enquanto por intermédio de investigações policiais, e estará dentro das minhas responsabilidades".

Vejamos alguns detalhes dessas observações do agente 3fxh00a. 1º) Não se deve permitir, nunca mais, que o Brasil se incline para a esquerda. Estados Unidos não permitem o pensamento de esquerda. 2º) comunistas e outros constituem uma ameaça de domínio ou de, pelo menos, tornar-se muito influentes. Por que os Estados Unidos já naquela época não queria que o Brasil se tornasse influente? 3º) Isso terá de ser realizado por enquanto por intermédio de investigações policiais, e estará dentro das minhas responsabilidades". Por que o agente diz: por enquanto isso deve ser realizado por investigação policial e sobre minha responsabilidade?
Depois de todos esses anos, mais uma vez o Brasil sofre novamente ferozes ataques da belicoso e criminosa America do Norte. Desta vez os ianques querem roubar os nosso petróleo, é por isso, que os movimentos dos golpistas têm recebidos tanto dinheiro, que aqui chegam através de malotes diplomáticos etc.
Até hoje eu não sei porque a presidenta Dilma, ainda não expulsou a embaixadora Liliana Ayalde e não investiga as denuncias de espionagem por parte dos Estados Unidos contra a nossa pátria?
Ou jogamos duro, ou perdemos nossa soberania. A sorte está lançada!
Por Antonio Ibiapino.

Comentários