Golpe Temer-Cunha sofre novo revés

Depois da debandada no PP, PR e PTB, cujos deputados migraram para o lado do governo, o golpe Temer-Cunha agora assiste deserção no PHS.
O líder do PHS,  Givaldo Carimbão (AL), informou na manhã deste sábado (16) que votará contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff.
Os reveses golpistas não param. Parte considerada da bancada do PMDB também negocia desembarque da canoa do golpe.
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, diante da iminente derrota em plenário, a seu estilo golpista, segundo o jornal Valor Econômico, cogita adiar a sessão do impeachment deste domingo (17).
A situação é cada vez mais dramática para os golpistas.

Comentários

Goethe-Br disse…
...-francamente ,não acredito que passe o impeachiment... mas seja qual for o resultado, o deputado que votar a favor estará assinando o seu descompromisso com as causas populares e com a nação...estará dando um adeus á futuras pretensões políticas...estará carimbado como golpista e
amargará para o resto da vída o remorso de ter traído as conquistas trabalhistas...de ter conspirado contra a democracia...-segunda -feira, quero ver a cara do "Alexandre Gracinha"e da "Maria Leitôa", quando derem a noticia da frustação do golpe...aí sim será festa total...-Goethe-Br