Começou a repressão aos movimentos sociais no governo provisório de Michel Temer

Após ocupação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) no prédio do escritório da Presidência da República, em São Paulo, a Polícia Militar reprimiu violentamente manifestantes por soltar rojão para o alto na Avenida Paulista. Quatro foram detidos e agredidos brutalmente.
Os manifestantes querem a continuidade do programa habitacional do Minha Casa Minha Vida e pedem a saída do governo golpista de Michel Temer (PMDB).
A imprensa livre que cobria a cena também sofreu com a truculência, com spray de pimenta e muitas bombas de gás lacrimogênio. O repórter Lucas Martins, do jornalistas livres, foi atingido no braço por um golpe de cassetete.
O gabinete da Presidência da República segue ocupado pela militância do Povo Sem Medo. A situação é bastante tensa no local.
As imagens e as informações são do MÍDIA NINJA.

Comentários