Novas eleições?

Eu não consigo entender alguém se dizer democrata e falar em novas eleições. Hora, por mais que uma pitada de inquietante raciocínio queira dar "solução" a um suposto impasse, a tese é no mínimo desviadora do curso da democracia. Dilma foi eleita nas urnas. Por em dúvida isso, é o caos para o país. Os magnetizados por essa tese sem substancia democrática nenhuma, baralham mais o jogo do que simplificam. Aliás, isso seria fatal não só para a democracia, mas para Dilma, o PT e Lula. Prever vitórias naquilo que é um absurdo, como novas eleições, é ter um olhar vago para a nossa constituição, além de ser uma aposta vazia. Por Carlos Henrique Machado Freitas.

Comentários