Terror na economia é para vender o patrimônio

Fica evidente a campanha de terror que o Globo e demais veículos de comunicação, patrocinados pelo mercado financeiro, fazem à economia. Desde a vitória de Dilma, quando o país estava nos trilhos da economia, iniciaram um terrorismo econômico. Usando Cunha e sua gang corrupta no Congresso boicotaram Dilma de governar. Liberaram pautas bombas com despesas espantosas, impedindo o controle de gastos. A partir do golpe Temer aprofunda o déficit, que atinge 170 bilhões de reais, e para garantir sua continuidade cria mais despesas. Tudo tem a finalidade de justificar a venda de empresas públicas, cortes sociais, trabalhistas e previdenciários. Repete o plano de FHC. Por Antonio Negrão Sá Negrão.

Comentários