PM desocupa com violência diretoria de ensino de Santo André

Estudantes secundaristas da cidade de Santo André, ABC Paulista, foram retirados com violência da Diretoria de Ensino poucas horas após ocuparem o local. 10 jovens foram detidos e encaminhados para a 4ª Delegacia de Policia, onde permanecem até esse momento.
De acordo com relato da ativista Juliana Oliveira, os funcionários do local passaram a gritar "Salve, Ustra!" quando a Polícia Militar acessou o prédio, prestando homenagem ao coronel Carlos Alberto Ustra, condenado por tortura no período entre 1971 e 74, quando coordenou o DOI-CODI.
"A polícia estourou o cadeado que estava no portão. Entraram 18 políciais. Como estavamos filmando não houve violência, no entanto um sargento tentou retirar o meu celular e só não tomou porque foi impedido por seu superior", contou Juliana. Foto: Jorge Ferreira/Midia NINJA.



Comentários