PSTU frauda eleiçoes do SINTFUFCE

As eleições do Sintufce, que representa os funcionários das seguintes universidades federais cearenses: UFC, UFCA e da UNILAB terminaram de forma no mínimo suspeitas.
As eleições ocorreram no dia 30 de março, uma das urnas não foi apurada e a chapa da situação PSTU/PSOL “venceu” por apenas 19 votos.
A urna não foi apurada e a “vitória” foi anunciada e publicada no site da instituição, mas não era uma urna comum, a mesma continha os votos, acreditem, de 532 pensionistas e foi “encontrada” numa sala ao lado dias depois.
Outro problema foi o fato de vários votos terem sido impugnados com a alegação de que os votantes não serem sócios e que depois ficou comprovado que os mesmos são sócios e boa parte a muito tempo.
Após o escândalo a comissão eleitoral resolveu anular as eleições e, pasmem, “apenas” dez dos membros votaram a favor da anulação, 3 votaram pela permanência dos resultados e 1 se absteve.
Uma nova eleição foi marcada para dez dias depois e o mandato da atual gestão está vencido, e os mesmos que tanto pregam a composição de uma junta, escolhida em assembleia, para dirigir provisoriamente as entidades alheias, na que comandam, deram o golpe e continuam no controle.
Bastasse isso, a chapa de situação é apoiada pelo ex-reitor Roberto Claúdio, pai do atual prefeito de Fortaleza, que é do PDT de Ciro Gomes.  Será que apoiarão Ciro para presidente?
O fato é que novas eleições vem aí e os filiados devem refletir bem se vale a pena colocar a chapa de situação para continuar a comandar um tão importante sindicato, quando estes são apoiadores do golpe de estado que está promovendo o maior ataque de todos os tempos contra o ensino público e contra toda população trabalhadora. Fonte: Causa Operária.

Comentários