ONU recebe carta de denúncia de parlamentares sobre repressão e convocação de Forças Armadas durante ato em Brasília

As reiteradas violações praticadas contra os Direitos Humanos pelo governo Michel Temer viraram objeto de carta-denúncia entregue ao coordenador do Sistema das Nações Unidas no Brasil, o diplomata Niki Fabiancic. O documento foi compilado e entregue pelas deputadas federais Maria Do Rosário (PT/RS) e Luiza Erundina (PSOL/SP). O deputado federal e presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, Paulão (PT/AL), completou a comitiva.
Centrado na violenta repressão dos atos de quarta-feira (24) e no massacre de trabalhadores rurais ocorrido no sul do Pará no mesmo dia, o documento destaca o decreto presidencial que colocou as Forças Armadas na Esplanada dos Ministérios para garantir a ‘lei e ordem’. O texto é assinado por parlamentares, artistas, entidades e sociedade civil e solicita que a ONU Brasil dedique especial atenção ao que acontece no Brasil, enviado observadores internacionais para acompanhar a crise institucional e política instalada.
A deputada Maria do Rosário explica que este é apenas um primeiro passo em âmbito internacional para denunciar as arbitrariedades praticadas pelo governo Temer. “Usaram as Forças Armadas e o Estado contra o povo brasileiro, a liberdade de manifestação, de organização e de expressão da população, garantidos em Constituição”, afirmou. Rosário também disse que a carta-denúncia será enviada para a Organização dos Estados Americanos (OEA), entidades e observadores internacionais dos Direitos Humanos.
Niki Fabiancic, o coordenador da ONU no País, assumiu o compromisso de enviar o documento para o Alto Comissariado das Nações Unidas em Genebra solicitando que as denúncias sejam investigadas. (Ninja).
A íntegra da carta-denúncia pode ser lida abaixo e aqueles que desejarem assinar podem fazê-lo no link: https://www.change.org/p/brasil-denuncie-as-violações-de-direitos-humanos-do-governo-temer

Comentários