A Verdade Assustadora Sobre o Óleo De Cozinha

O Que São Os Óleos Vegetais
Os óleos vegetais surgiram a menos de 100 anos, com processos industriais de extração de óleo de sementes e grãos utilizando calor e pressão.
Se você já viu uma semente de milho ou um grão de soja seco, deve imaginar o trabalho que dá extrair óleo de algo tão seco, não é?
Portanto, o processo de extração desses óleos envolve solventes, calor e pressão, o que faz com que o óleo saia escuro. Então é necessário mais uma série de processos químicos para clarificar e a refinar esse óleo, que sai limpinho e bonito com o nome de ¨Óleo Virgem.¨ Tsc.
Até 100 anos atrás, NENHUM ser humano havia consumido essas formas de óleo vegetal, ainda mais na quantidade de óleos vegetais que consumimos hoje.
Porquê Eles Fazem Mal?
Os óleos vegetais contém grande quantidade de gordura polinsaturada. É aqui que começa outro problema, não das gorduras polinsaturadas em si, mas do estado e proporção que elas estão nesses óleos.
As gorduras polinsaturadas são os ácidos graxos essenciais: Omega3 e Omega6 que tanto se fala por aí.
Numa dieta ideal a ingestão destes óleos deveria ser na proporção entre 2(omega3) pra 1(omega6) ou no máximo de 1(omega3) pra 4(omega6)
Só que nesses óleos tem muito mais Omega6. Essa proporção vem altamente desequilibrada, chegando a 1 para 16. Um americano médio chega a consumir de 1 pra 20 a 1 pra 50.Esse omega 6 em excesso se acumula nas membranas das nossas células, o que contribui  o desenvolvimento de praticamente todas as doenças ¨que estão na moda¨ e de uma série de outras que nem cabe citar aqui. Quanto mais Omega6 excessivo você tem no sangue e nas células, maior o risco de morrer de doenças cardíacas.
Resumindo, esse excesso de Omega6 ¨te detona¨. Você literalmente constrói as suas células com algo que te faz mal.
Bom, Mas Isso é Só O Começo.
Quando você cozinha com óleos polinsaturados, o óleo se oxida a medida que esquenta e interage com o oxigênio. Esse óleo gera colesterol oxidado que atua como um radical livre no seu corpo. O colesterol oxidado está diretamente ligado às doenças cardíacas. Se você reutiliza esse óleo, a cada vez que o reutiliza o ponto de queima dele se torna menor, ou seja, mais tóxico e perigoso ele se torna. O óleo de canola então, se torna tóxico antes mesmo de chegar na temperatura de queima.
Estes óleos também podem estar contaminados com pesticidas e agrotóxicos. Podem ser produzidos de grãos transgênicos. Podem conter gordura trans.
Na minha sincera opinião, pra quem quer ter uma saúde excelente, o óleo de cozinha para o consumo, cozimento e para fritura é impróprio em QUALQUER QUANTIDADE. Seja ele de soja, milho, canola, girassol, etc.
Veja bem, isso não é uma verdade absoluta nem uma recomendação médica/nutricional.
Se tem uma frase que eu não canso de dizer e de ouvir é:
DUVIDE DE TUDO. QUESTIONE TUDO.
Sim, Inclusive de mim. Eu não estou aqui de brincadeira, mas se você quiser descordar de mim ou me odiar e ignorar TUDO que eu te disse, não vejo absolutamente nenhum problema. O problema MESMO é se você não for atrás da informação. Vá atrás da informação e veja com seus próprios olhos como somos ENGANADOS COM MENTIRAS REVOLTANTES.
Quanto mais eu procuro encontrar a verdade, mais indignado eu fico. Eu não estou preocupado com o meu português, com o seu, com as nossas opiniões e personalidades. Tem coisa muito mais séria em jogo aqui. Essas mentiras estão literalmente NOS MATANDO, é isso que realmente importa e precisa ser mudado. Nossas diferenças não são NADA em comparação a isso. Depois você volta aqui e a gente conversa.
Um abraço,
Geosh.
Fonte: site Emagrecer de vez.

Comentários