Brasil: Por que o Temer fala "referentemente"

De pedante a analfa...
A propósito do histórico discurso, no Rio, do presidente ladrão referentemente à Intervenssão Tabajara, o excelente jornalista Mário Magalhães fez os seguintes comentários:
"Referentemente" combina com o Odorico Paraguaçu (que) empregava palavras difíceis.
O personagem foi pensado pelo Dias Gomes, na origem, para sacanear o Carlos Lacerda, então governador.
Quando Odorico Paraguaçu veio a público, a inspiração já não era mais o Lacerda, que passara à oposição à ditadura.
Em 1965, o Lacerda censurou, por decisão pessoal, uma peça do Dias, "O berço do herói". A trama, modificada, no futuro se consagraria na TV como "Roque Santeiro".
O Lacerda não falava referentemente...
Mais tarde, quando o Lacerda desencarnou do personagem, o Dias construiu um Odorico meio analfa.
(A propósito: de 1966 a 1968, o Lacerda e o PCB (partido do Dias Gomes) estiveram juntos, na Frente Ampla. Para o Lacerda, foi muiiiiiito mais fácil negociar com o PCB do que com JK e Jango. O Marighella disse que a Frente com o Lacerda desmoralizava o partido.)
Em tempo: Mário Magalhães escreveu magnífica biografia do Marighella. Agora, prepara uma biografia do Carlos Lacerda - PHA

Comentários