Dallangnol tem razão: “quarta é o dia ‘D”, mas para a DEMOCRACIA

Comentários